Breve

Os Mamonas Assassinas foram breves. Enquanto assistia o jogo do Inter contra o Curitiba, ouvia a torcida cantando uma versão da música dos Mamonas.
Lembro quando eles foram na Good Music. O japa, guitarrista da banda, se não me engano, descobriu o kazoo- instrumento típico americano que nós importávamos na época. Conversamos rapidamente sobre alguns aspectos da música, de forma superficial.
Nunca dei grande valor aos Mamonas.
Alguns poucos meses depois, o fatídico acidente deu fim à trajetória de sucesso que a banda tinha obtido.
Fiquei triste por ver uns meninos talentosos – por mais que eu não gostasse da música que eles faziam – sucumbirem em uma fatalidade desnecessária.
Abreviou-se uma existência fadada ao êxito, independente do mérito, de alguns garotos que tinham, na autenticidade da sua música, o privilégio de alegrar as massas.
Foi breve e interessante, mas lamentável.
Foi, da mesma forma breve e lamentável, a história de um conhecido produtor de shows que havia contratado – e comprado – vários shows do Mamonas, ver o seu investimento se desintegrar em um lamentável episódio. Ele entrou em depressão após o acidente.
Também sofreu um conhecido produtor artístico que teve as primeiras gravações do Mamonas sobre sua mesa por meses, à sua mercê, e desprezou as mesmas, achando que não eram grande coisa. Não posso culpar esse produtor – acho que eu faria a mesma coisa…
A perda foi enorme – eles eram talentosos!
Bjs,
nvs